Sexta-feira, 26 de Setembro de 2014
A Depressão

 

Hoje vamos falar sobre a influência das vidas passadas na depressão:

 

Uma pessoa está deprimida... o que é que as vidas passadas tem a ver com esse assunto?

 

Vamos então. Há dois tipos de depressão - há mais, claro, mas podemos simplificar e dividi-las em dois tipos, que eu penso que são os mais comuns.

 

O primeiro tipo de depressão é a provocada pelo bloqueio emocional, isto é, a pessoa não se relaciona com o que sente, ela bloqueou as emoções... nesta ou noutra vida.

 

Normalmente são pessoas que em outras vidas tiveram muita dor, muita perda, e escolheram não sentir. Não ir à dor. Nesta vida, têm imensa dificuldade em chorar. Quando conseguem, choram de raiva, de revolta, de vitimização. Choram de “ah, ele não devia ter feito aquilo” ou “ela tinha que ter feito aquilo outro”, como se houvesse algum acidente no Universo, como se tudo não fosse exactamente o que tem que ser para nos fazer aprender mais um pouco. E esse choro não é terapêutico, não é evolutivo.

 

Quanto mais depressa essa pessoa fizer uma regressão a vidas passadas, mais rapidamente vai entender que essa dificuldade em chorar de tristeza, de impotência, vem de lá de trás, onde quem ela foi escolheu bloquear. E como você sabe, a consciência é metade da cura. Saber que bloquear as emoções foi uma escolha de uma vida passada e aproveitar a regressão para “desescolher”, tem um efeito terapêutico tremendo. ....

 

Explicando: Todas, mas todas as situações que nos acontecem, somos nós que atraímos para trabalharmos alguma coisa - dentro de nós - para aprendermos alguma coisa. Por isso “ah, a pessoa não devia ter feito aquilo” está fora de questão, ela tinha que ter feito aquilo porque foi aquilo que eu atraí. É tudo energético, não é mental. A outra pessoa fez o que eu precisava que ela fizesse, porque o Universo é perfeito, e para que hoje entenda isto, para que eu hoje perceba isto, eu tenho que passar por aquilo. E há sempre alguém que me vai fazer passar pelas situações, para que eu possa chorar a dor que elas me causam e fazer o meu... desbloqueio emocional. Ora, se a pessoa fica a controlar para que as coisas não lhe aconteçam, a bloquear as emoções quando as coisas lhe acontecem, a culpar os outros em vez de sentar e chorar, vai bloqueando, bloqueando..... e... só um aparte... se você não chorar as suas dores, elas não vão sair daí... e com o passar do tempo vão transformar-se em depressão.

 

E você agora poderia dizer... ah, mas eu choro muito, esta tristeza profunda é que é a depressão... e eu respondo... essa tristeza profunda é o acúmulo de dores que desde vidas passadas você não chorou. Como não libertou, acumulou. E agora que a tristeza está pronta para sair, agora que a vida está a pedir para que  a pessoa faça o seu processo emocional, em vez de dizer... então ok, queres sair? Vamos então. Vou fazer uma limpeza espiritual, um desbloqueio emocional, uma regressão a vidas passadas para saber de onde isto vem, não. Vai ao médico, começa a tomar medicação, para as abafar aquilo tudo mais um bocadinho. .....

 

As pessoas, quando começam a ficar mais instruídas espiritualmente, o que é que elas fazem? Quando alguém lhes faz alguma coisa, quando acontece alguma coisa, quando a vida começa a bloquear, a primeira coisa que elas fazem é olharem para elas próprias. O que é que eu tenho que trabalhar? O que é que eu tenho que modificar? O que é que me falta chorar? Que luto ainda tenho que fazer e que ainda não fiz? Não é preciso ficar lá a alimentar a situação, não é isso. A pessoa pode até afastar-se da situação mas vai ter que entender que ela atraiu aquilo, e se atraiu é porque tem coisas para trabalhar, tem lutos a fazer......Voltando. A depressão pode ter a ver com, primeiro, bloqueio emocional. Isto é, uma pessoa que não chora, uma pessoa que não se relaciona com a sua dor, e, eu conheço pessoas que quando estão muito tristes começam a rir, de nervoso, dissociam, parece que saem delas próprias para não sentir essa dor. Ora isso depois, com o passar dos anos, transforma-se numa depressão, isto é, a pessoa não está dentro dela, a pessoa não vive porque aqui no peito está um bloqueio. Ora a energia da pessoa não pode estar lá dentro, porque está lá o bloqueio, então ela está vazia.  E depois de chorar tudo, vai ter que começar a encher-se. Neste caso, a solução é uma terapia de regressão a vidas passadas. Com essa terapia, a pessoa não só vê onde começou a bloquear, como limpa o personagem dessa vida que eventualmente estará activo nesta vida. Esse personagem activo é o que está sempre a escolher bloquear, porque foi isso que ele fez quando viveu nessa vida. Ele indo-se embora, a pessoa fica mais livre para poder escolher outra coisa. ....

 

Segunda hipótese da depressão. Pode ser um espírito sim, pode ser uma entidade, que é um espírito de alguém que já morreu e que por algum motivo não subiu, ou subiu e desceu, e aí então é mesmo preciso uma limpeza espiritual. Para encaminhar essa entidade e para a pessoa conseguir então ter a sua energia limpa. Porque duas energias a viver no mesmo local, pode dar depressão.  A energia de uma pessoa mais a energia de um espírito a viver no mesmo sítio, num corpo, faz com que a energia do corpo não esteja livre e não circule. A energia entra pela cabeça, pelo canal, e circula, só que neste caso não circula porque tem outra energia lá dentro. Esse é o segundo motivo das depressões. E uma limpeza espiritual, pode mesmo resolver. Encaminha-se o espírito e já está.  Às vezes uma só limpeza não é suficiente. O espírito tem que ser “desmamado”. Mas isso é uma minoria dos casos...

 

E um terceiro motivo, é que a depressão realmente pode dever-se  a um desbalanço químico do corpo. Na minha opinião, este é o único motivo para as pessoas tomarem medicação. Mas eu acho que isso é uma minoria, a maioria dos casos são os descritos acima. Até porque, como você sabe, toda a medicação tem efeitos colaterais, e isso não é mesmo nada bom. Um dos efeitos deste tipo de medicação é que suprimem a emoção. A pessoa para não ficar triste, também não fica contente, também não sente as outras coisas todas da vida. A vida deixa de ser sentida. Para não sentir a dor não sente nada, isto não faz sentido......

 

Então, qual destas três possibilidades tem a ver com as vidas passadas, a primeira, precisamente o bloqueio emocional. E porquê? Porque uma pessoa que não consegue se relacionar com o que sente, que tem medo da dor, é uma pessoa que noutra vida sofreu muito. É uma pessoa que por exemplo noutra vida pode ter sido queimada numa fogueira, pode ter perdido um filho, pode ter tido um trauma tremendo, pode ter perdido a família inteira….e como você sabe as vidas passadas não têm sido fáceis, Inquisição, Idade Média, os homens das cavernas, não eram propriamente vidas fáceis. Então se uma pessoa teve uma grande dor noutra vida, e morreu por causa dela, isto é, não compreendeu, não processou, não fez o luto, nesta vida a pessoa vai atrair situações que lhe causem dor uma e outra vez. Até libertar. Simplificando, um karma é quase uma regra de três simples: “Se em outra vida aconteceu aquilo e eu morri, desta vez se acontecer eu vou morrer”. E a pessoa foge das situações. E limpar karma é o quê? É compreender, “Eu desta vez não morro disto. Pelo contrário. Eu liberto!” Em outra vida a pessoa morreu de dor, nesta vida ela acha que se aceitar ir à dor vai acontecer o mesmo. Mas aceitar ir à dor na realidade é a única coisa que salva.

 

Os lutos são a maior limpeza de karma que há. Mas se a pessoa noutra vida morreu de dor, nesta vida ela acha que se for à dor, se aceitar sentar e chorar, vai morrer. É uma crença inconsciente mas é extremamente profunda. E a única hipótese é fazer uma regressão, uma ou várias regressões a vidas passadas, para quê? Para ir lá, perceber onde morreu, perceber que a dor não é daqui. E que desta vez a pessoa não morre. E aí sim, quando a pessoa entender que desta vez não morre, está preparada para começar a ir à dor, a chorar os lutos e a libertar-se definitivamente da depressão.... Hoje falei sobre influência das vidas passadas nas depressão, e nos próximos vídeos, vou falar sobre mais sintomas.

 

Até já.

 

Alexandra Solnado

 

Para saber mais clique aqui



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 13:59
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Saiba como resolver a sua vida através da memória das suas Vidas Passadas
Alexandra Solnado
Alexandra Solnado tem-se dedicado, através dos cursos e terapias que desenvolveu no seu projecto espiritual, ao estudo e investigação do fenómeno da Reencarnação. Nomeadamente, de que forma é que poderemos melhorar, resolver e desbloquear os problemas da nossa vida actual, acedendo às memórias das nossas vidas passadas.

Uma abordagem terapêutica que, através da Regressão, tem permitido a milhares de pessoas descobrir quais as questões/emoções que trazem por resolver das suas vidas passadas, e como fazer para as ultrapassar no presente. É o desmontar dos segredos milenares de traumas e bloqueios que fomos acumulando ao longo das nossas vidas, para que possamos finalmente nos libertar e assim evoluir na nossa jornada espiritual.

Alexandra Solnado é autora de:
LUZ - Pergunte. O Céu Responde
A Alma Iluminada
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 3 / A Era da Liberdade
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 2 / A Lógica do Céu e a Lógica da Terra
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 1/ A Entrega
A Minha Limpeza Espiritual (com CD de Exercícios)
O Eu Superior e Outras Lições de Vida (com CD de Exercícios)

Projecto Espiritual Alexandra Solnado – Terapia da Alma Site
Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações que só possam ter encaminhamento imediato. E-mail: vidas_passadas@sapo.pt
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

Lançamento do Livro CONEX...

Presente de Natal do Céu

Série Doenças e Sintomas ...

Grande Novidade!!!

Karma – Como resolver TUD...

Karma – Padrões de Compo...

Karma

Doenças

Ataques de Pânico

Reações Instintivas

Arquivo

Março 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Janeiro 2015

Outubro 2014

Setembro 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Tags

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds