Terça-feira, 31 de Maio de 2011
Missão Espiritual

 

Imagina que, quando nasces, tens naturalmente uma missão. Uma tarefa individual que só tu vens realizar na terra. Algo que só tu vens fazer para contribuir para este planeta, a tua doação para a humanidade. Ora essa missão, essa tarefa, terás de ser tu a descobri-la, ninguém te irá dizer, ninguém irá desencantá-la por ti. Essa missão está impregnada na tua energia. Cada átomo, cada ion da tua luz está impregnado dessa informação.

 

Se, ao nasceres, conseguisses ser educado com um respeito absoluto pela tua individualidade energética, sem teres pessoas à tua volta a dizerem-te o que deves e o que não deves fazer, se conseguisses uma autonomia energética, com certeza, mais cedo ou mais tarde, irias conectar-te com a tua energia e finalmente irias compreender a tua missão na terra. Este é o conceito. Este é o processo para o qual o ser humano foi criado e ao qual deveria obedecer.

 

 

Vocês acham que são o que pensam.

E vocês não são o que pensam.

Vocês são o que sentem.

E não há volta a dar a isso.

Parem de pensar.

Comecem a sentir, e irão descobrir a pessoa fabulosa que têm dentro de vocês próprios, pronta para explodir, e finalmente, começar a cumprir a velha missão.

O que veio cá fazer à terra, desde o primeiro dia.

 

Jesus

 

 

in Alma Iluminada

Alexandra Solnado

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 12:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 17 de Maio de 2011
Prepara-te para Aquário

 

Depura a tua energia. Prepara-te para Aquário. Mantém uma altíssima frequência. Sê tu própria em todas, todas, todas, todas – e não me vou cansar de repetir a palavra “todas” – as ocasiões. Diz aos homens que não é por onde estão a ir.

O caminho é mais verdadeiro. É mais puro, é mais marginal e colectivo. Tudo o que instituíram como verdade absoluta já não serve nesta nova energia.

Deixem-me mexer nos vossos corações e implantar a alquimia.

Deixem-se transformar. Abram -se para a transformação, sentindo-se protegidos por mim. Nada de mal vai acontecer a quem abraçar a mudança, a quem aceitar o caos e, mesmo assim, elevar as suas mãos aos céus e agradecer.

Agradecer a encarnação.

Agradecer a experiência.

Agradecer a matéria e até agradecer a densidade.

Porque é na densidade, ao escolher a luz, que promoves as tuas maiores transformações celulares. É escolhendo a luz no meio da escuridão que mostras a guerreira da alma que és e começas a criar uma verdadeira identidade espiritual. E Aquário é precisamente a criação de uma identidade espiritual.

Sempre com a perspectiva de que, se tu mudares a tua energia, vais mudar a energia à tua volta, que por sua vez vai mudar a energia do que está à sua volta, que por sua vez vai mudar mais coisas, mais longe, até um dia alcançar todo o Universo.

E isso é Aquário. Uma nova perspectiva de evolução a partir do ser humano. O único ser que pode, efectivamente, escolher.

 

Jesus

 

in Voo Sensitivo, de Alexandra Solnado

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 12:00
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010
Arquétipo de Karma - Perda

 

O arquétipo de perda ou karma de perda surge quando uma pessoa tem medo de perder. O que é que ela faz? Agarra-se, agarra-se a tudo. Às pessoas, aos bens materiais, às coisas que o dinheiro pode comprar, etc.

 

Quanto mais se agarra, mais vai dando peso a um dos lados do sistema dos contrários. Eu não devo julgar, não devo escolher um dos lados da matéria e rejeitar o seu oposto, porque se o fizer, esse oposto que eu rejeito e que me causa tanto medo irá ser-me enviado pelo céu para que eu também o experiencie.

 

Quando uma pessoa tem medo de perder e se agarra às coisas materiais, tudo fica desequilibrado, pois o oposto de ter algo é perder esse algo. Assim o céu envia a experiência contrária à do ter. A experiência contrária à do ter é a do perder.

E assim vem a perda.

 

Quero com isto dizer que as pessoas que trazem o arquétipo da perda atraem situações de perda. Eu tenho medo da perda, atraio a perda! O que vai, volta.

 

A Era da Liberdade, Alexandra Solnado

 

 

Saiba como limpar o seu karma - Terapia de Regressão a Vidas Passadas

 

Encomende aqui livros autografados

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 13:01
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 27 de Maio de 2010
Arquétipo de Karma - Culpa

 

Arquétipos de karma são os “grandes padrões” que os seres humanos trazem de outras vidas. A culpa é um deles.

 

Primeiro a pessoa nasce, e desde criança nota-se que ela se sente culpada de tudo o que acontece. Sempre que algo de mal acontece à sua volta a tendência a culpabilizar-se é tal, que a pessoa tenta apaziguar tudo, fazendo todas as coisas que é preciso fazer, acalmando toda a gente, cobrindo as falhas, enfim, sempre presente, sempre activa e útil. Essa pessoa não tem vida própria. Precisa de ver que todos estão bem antes de poder ficar bem. O mundo inteiro tem que estar em ordem antes que ela possa sequer descansar. Essa pessoa precisa de tal maneira que todos fiquem bem, para ela não se sentir culpada que os sufoca com tanta preocupação.

 

As outras pessoas, quando começam a perceber que precisam estar sempre bem para que essa pessoa acalme, começam elas próprias a sentirem-se desconfortáveis com a situação. Começam a ficar insatisfeitas. Ao demonstrarem a sua insatisfação, atiçam ainda mais a culpa daquela pessoa. Aí, sim, ela começa a ter motivos para se sentir culpada, pois, com a sua acção, deixou realmente as pessoas insatisfeitas.

 

As pessoas que trazem o arquétipo de culpa atraem situações em que estão sempre a sentir-se culpadas. A lei do retorno ou a lei do karma está aqui bem patente. Eu sinto culpa, atraio mais culpa! O que vai, volta.

 

A Era da Liberdade, Alexandra Solnado

 

 

Saiba como limpar o seu karma - Terapia de Regressão a Vidas Passadas

 

Encomende aqui livros autografados

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 12:35
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 5 de Maio de 2010
O que o céu propõe…eu aceito

 

A espiritualidade é a prática de perceber que o que sentimos dentro do coração vai sendo cada vez mais forte na nossa vida. Chega uma altura em que a pessoa só deseja sentir aquele amor outra vez, aquela paz outra vez, aquele estado uno, de fusão com o universo outra vez, e todos os apelos da matéria, quer sejam os bens materiais, o consumo, o ter, deixam de fazer o menor sentido. Espiritualizar-se é isso. É encontrar o mundo novo, a terra prometida.

 

Por isso é que eu faço tanta questão de que ensines as pessoas a deixar o ego e os desejos do ego, tipo “eu quero desta maneira”, “eu quero daquela maneira”, ensines a não levar para o céu a mente da matéria. Porque visto a comunicação com o céu ser muito mais subtil e a comunicação na matéria ser muito mais densa, as pessoas que não abandonarem a densidade da matéria para se elevarem, chegam cá acima e não percebem a subtileza da comunicação com o céu. Não alcançam, sentem-se ainda mais ansiosas, ainda mais nervosas, ainda mais densas. Cada vez mais ligadas, aí em baixo, à matéria.

 

Primeiro, há que mudar mentalidades, promover o desapego, a perda de densidade. Promover a aceitação. O que é, é. O que o céu me propõe, eu aceito. Não quero nada, não desejo nada, aceito o que vier. E assim, sem expectativas, completamente a zeros, vão-se iniciando nesta viagem magnífica pelo céu adentro, pela imensidão do mundo paralelo e incomensurável chamado infinito.

 

Era da Liberdade, de Alexandra Solnado

 

 

Saiba mais sobre o Curso Como se conectar com o Céu sem deixar de andar por aqui

 

Encomende aqui livros autografados

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 16:06
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 16 de Abril de 2010
Karma e as experiências na matéria

 

Muitos de nós passamos a vida preocupados em tentar mudar ou melhorar o mundo, mas porque é que não nos preocupamos antes em resolver a reacção que temos ao mundo?

 

A questão não deveria ser tornar o mundo melhor, porque o mundo é dual, é feito de contrários, todos temos um lado bom e um lado mau. E quando queremos acabar com tudo o que há de mal no mundo estamos a querer alterar a ordem do Universo. Porque o mundo tem de ter aquela parte negativa, como contraponto do Bem, e para que todos façamos a nossa experiência na matéria.

 

Se conseguirmos viver a nossa vida mantendo-nos positivos e não deixarmos a negatividade do mundo contagiar-nos, o que é que vai acontecer? Deixamos de ter tantas emoções mal resolvidas ou por resolver e assim conseguimos evitar o acumular de karmas, nesta e noutras vidas.

 

Por isso, faço-vos uma proposta – olhem para a vossa vida e observem a vossa reacção às coisas, ao mundo. Ninguém pode controlar o que o outro faz, mas podemos controlar a nossa reacção ao que o outro faz. E como é que vocês reagem? Conseguem levar na positiva? Deixam deprimir-se? Ou vão deixar o vosso filtro apanhar tudo como se fosse dirigido a vocês em particular?

 

Quando Ele diz que o mundo é negativo e que tudo isto gira em volta da nossa capacidade de não entrar nessa negatividade, no fundo trata-se de não nos deixarmos contagiar por essa negatividade. Se nós estivermos espiritualmente resolvidos, se soubermos processar as emoções, iremos ter os filtros mais ou menos tranquilos, e quando algo for negativo, assistimos mas não deixamos a negatividade entrar em nós. Porque quando a deixamos entrar e ficamos densos, vamos ganhar karma com as nossas emoções mal resolvidas… e vamos mesmo ter de voltar cá mais vezes até as resolvermos.

 

Como Jesus explica “As experiências na matéria terão que ser vivenciadas, mas o que realmente conta cá em cima não é o que se vive e sim como é que se vive.”

 

 

Saiba como limpar o seu karma - Terapia de Regressão a Vidas Passadas

 

Encomende aqui livros autografados

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 15:57
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 8 de Abril de 2010
Energia e o caminho da Abundância

 

Agora, como em todos os tempos, o Homem vive num clima de medo e de terror. Tudo é frio, cáustico e feio se não for vivido em clima de festa. Mas o clima de festa só pode ser encontrado através de uma espiritualidade profunda, com profundo conhecimento dos recursos espirituais. Como isso é muito difícil, visto as próprias pessoas terem tanta dificuldade em acreditar nelas próprias, o que sobra é uma vivência material básica e soturna. A matéria é então vista, não como um complemento do conhecimento divino, mas como um fim em si. É esse olhar sobre a matéria que provoca que o ser humano se afaste do equilíbrio e, por conseguinte, da abundância. Explicando melhor: o Homem tem de viver segundo os parâmetros da sua própria natureza, seguir os ensinamentos da sua própria energia.

 

Mas a nossa energia pode ensinar?

 

Claro. Se sou fiel à minha energia, passo a escutar o meu coração e a dar a devida importância ao que ele me diz. Ao fazê-lo, vou sendo ensinado a seguir com ele um caminho, um caminho a princípio muito estranho e desconfortável, mas em seguida deslumbrante: o caminho da abundância.

 

Mas porque é que o caminho do coração é o caminho da abundância?

 

Porque é o caminho do que “é para ti”. Sempre que seguirem o caminho que confere com as vossas energias, o universo harmoniza-se convosco (ou vocês harmonizam-se com o universo) e tudo volta a ser como antes de nascerem: abundante, cheio de surpresas, brincadeiras, armadilhas. Enfim, a vida passa a escorrer como a água e tudo fica outra vez no seu lugar. Quando seguem as vossas energias, a abundância é infinita.

 

 

A Lógica do Céu e a Lógica da Terra, de Alexandra Solnado

 

 

Aprenda a mudar a sua energia com o Curso Como se conectar com o Céu sem deixar de andar por aqui

 

Encomende aqui livros autografados

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 12:42
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 8 de Abril de 2009
PÁSCOA

Texto canalizado por Alexandra Solnado

 

Quero dizer-te que fui eu. Que fui eu que reuni as pessoas, fui eu que os contactei a todos. Diz a todos que fui eu que fiz juntar o povo para ouvir a boa nova. Diz que eu sabia ao que ia. Eu quis que me vissem sofrer. Não fui apanhado desprevenido. Eu já sabia de tudo. E foi tal e qual o que aconteceu. Tal como eu previa. Toda a violência, a incompreensão, tudo. Tudo estava planeado, tudo estava programado. A crucificação, inclusive. Tudo. Rigorosamente tudo. Para que nunca mais se esquecesse. Para que ficasse para a história. Só uma grande, imensa injustiça fica para a história. E eu vim para ficar para a história. Estava previsto. Eu sabia.

Toda a incompreensão, todo o desespero por que algumas pessoas passaram, que me desculpem. Eu sabia. Só não ponderei o quanto os ia fazer sofrer.

Diz-lhes, aos homens, que nada do que eu sofri foi em vão. Quando vim à terra, nós sabíamos que só um grande acontecimento poderia marcar a história. E esse grande acontecimento seria o limite da dor a que eu iria sujeitar-me em nome dos homens, em nome da humanidade. Tudo estava desenhado para que eu me tornasse um mártir.

Para aquela época era a única possibilidade. Mostrar às pessoas que se poderia evoluir através da abnegação, do sofrimento.

Assim como nesta época é preciso banir esse conceito e introduzir um mais adequado à Nova Era. A evolução através da consciência. Nenhum homem precisa de sofrer se ganhar consciência.

A verdadeira consciência crística, que não é mais do que ver a matéria com os olhos do céu. Ver a vida terrena como um grande campo de aprendizagem.

Diz-lhes que não tenham pena de mim. Tudo estava planeado para ser assim. O meu sofrimento durou 2000 anos, mas agora acabou. É importante que se note que já entrámos numa Nova Era de entendimento, de consciência e de responsabilidade.

E, principalmente, de amor incondicional. Não aquele amor terreno, condicionado a amar se as pessoas ou coisas forem o que esperamos delas, pelo contrário, o amor não condicionado a nada. Eu amo-te por tudo o que és e respeito o direito de o seres.

Diz aos homens que esse tempo acabou. Acabou o tempo do medo, da violência e da indignação. Restam alguns espécimes, mas as novas gerações tratarão de os redimir.

 

Fala-lhes nas crianças Índigo, esses meninos que vêm reformular o mundo e que trazem a Era de Aquário dentro dos seus corações.

A partir de agora para educar uma criança, mais, muito mais do que educação, deverá dar-se amor. Amor incondicional. Amá-la pelo que ela é. E ajudá-la a limar as arestas.

Diz-lhes que o tempo do medo acabou e que lhes agradeço tanta dedicação, tanta reza, tanta intenção. Mas eu sofri o que tinha de sofrer para que a mensagem fosse passada com a força que foi. Há 2000 anos a única força que fazia uma mensagem atravessar os séculos era a injustiça e a pena.

A partir de agora será o amor.

Tirem-me da cruz. Se tiverem Jesus crucificado nas vossas casas, tirem. Deixem só a cruz. Ou uma imagem de braços abertos, como que a abraçá-los, e a abraçar o mundo. Esta é a imagem que gostaria que guardassem de mim daqui para a frente.

Cabrita, diz aos homens que os tempos estão a mudar. A Nova Era está a chegar e não tenho mãos a medir com tantas manifestações humanas de sabedoria.

Fica em luz.

Fica em paz.

Abençoo-te.

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 12:17
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Saiba como resolver a sua vida através da memória das suas Vidas Passadas
Alexandra Solnado
Alexandra Solnado tem-se dedicado, através dos cursos e terapias que desenvolveu no seu projecto espiritual, ao estudo e investigação do fenómeno da Reencarnação. Nomeadamente, de que forma é que poderemos melhorar, resolver e desbloquear os problemas da nossa vida actual, acedendo às memórias das nossas vidas passadas.

Uma abordagem terapêutica que, através da Regressão, tem permitido a milhares de pessoas descobrir quais as questões/emoções que trazem por resolver das suas vidas passadas, e como fazer para as ultrapassar no presente. É o desmontar dos segredos milenares de traumas e bloqueios que fomos acumulando ao longo das nossas vidas, para que possamos finalmente nos libertar e assim evoluir na nossa jornada espiritual.

Alexandra Solnado é autora de:
LUZ - Pergunte. O Céu Responde
A Alma Iluminada
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 3 / A Era da Liberdade
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 2 / A Lógica do Céu e a Lógica da Terra
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 1/ A Entrega
A Minha Limpeza Espiritual (com CD de Exercícios)
O Eu Superior e Outras Lições de Vida (com CD de Exercícios)

Projecto Espiritual Alexandra Solnado – Terapia da Alma Site
Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações que só possam ter encaminhamento imediato. E-mail: vidas_passadas@sapo.pt
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

Missão Espiritual

Prepara-te para Aquário

Arquétipo de Karma - Perd...

Arquétipo de Karma - Culp...

O que o céu propõe…eu ace...

Karma e as experiências n...

Energia e o caminho da Ab...

PÁSCOA

Arquivo

Março 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Janeiro 2015

Outubro 2014

Setembro 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Tags

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds