Quarta-feira, 2 de Março de 2011
O Eu Superior e a autonomia

 

O Eu Superior é a vossa metade que ficou cá em cima. É a vossa alma. O vosso espírito entrou no corpo ao encarnar, mas deixou a sua metade cósmica cá em cima. Têm em comum um projecto de vida que planearam ao pormenor, antes de reencarnarem. Tudo foi analisado e verificado para que, nesta vida, se conseguisse limpar o maior número de karmas possível. Sempre respeitando o livre arbítrio, é claro.

 

A conexão com o Eu Superior é importante para ganhar autonomia. Os outros não sabem dar conselhos pura e simplesmente porque não conhecem a tua vida em pormenor. E porque não podem escolher por ti. O teu Eu Superior pode ajudar porque conhece as vidas passadas, as frequências de futuro e ainda a missão que escolheram para esta vida. Mas a escolha final é sempre tua.

 

O teu Eu Superior sabe o que é bom ou mau para ti, agora, neste tempo e nestas condições e se é bom para te ajudar a cumprir a missão que planearam juntos. Só ele tem essa resposta.

 

Para poderes ter todos os dados, para poderes utilizar bem o teu livre arbítrio. Para escolheres em prol do teu caminho...para não atraíres mais a perda... para conseguires cumprir a tua missão... e manter a tua evolução, limpar os karmas e tornar esta encarnação mais produtiva e brilhante.

 

Todo o ser humano tem uma estrela dentro de si. E, quando a encontra, todo ele brilha.

 

Jesus

 

 

in O Eu Superior e Outras Lições de Vida

(com CD de Exercícios de Meditação),

Alexandra Solnado

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 15:12
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011
Curso "Torne-se um Curador com Energia de Jesus"

 

Já no próximo mês de Abril vai ser lançado “O Livro da Luz” nos EUA, pela editora de renome internacional Simon & Shuster (a mesma que lançou “O Segredo”). O livro vai ser editado em inglês e espanhol.


A propósito da ocasião Alexandra Solnado gravou um curso áudio que se chama


“Become a Healer with the Energy of Jesus”

(“Torne-se um Curador com a Energia de Jesus”)

Este curso, de técnicas de Limpeza e Cura Espiritual, em Inglês, inclui 8 lições, com um Exercício de Meditação por cada aula. As 8 meditações são guiadas com a voz de Alexandra Solnado . . . também em Inglês. E o curso é exclusivamente on-line.


Se fala Inglês ou conhece alguém que fale, aproveite a oportunidade para divulgar este curso que tem o valor de apenas 25$ (cerca de 20 Euros).

 

Se a sua vida já mudou . . . está a mudar . . . ou pelo menos já têm os recursos para o fazer, porque não partilhar estas técnicas simples mas tão eficazes com amigos, familiares, conhecidos ou interessados? . . .


Chegou a hora de internacionalizar as mensagens e os ensinamentos de Jesus por todo o planeta.

 

 

Para aceder ao Curso clique AQUI

 

Para encomendar o “Livro da Luz” em português clique aqui

 

 

Visite o site de Alexandra Solnado

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 11:35
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009
Perguntas e Respostas

 

 

No fundo, quando pedimos ajuda lá de cima é para saber o que é melhor para nós, qual a escolha que nos vai servir melhor ao longo do nosso percurso. E aí surge a tal crise entre o que o ego quer e o que é melhor para nós. Porque o que o ego quer, normalmente, é uma satisfação imediata, não dá atenção ao que vem a seguir. O que a alma quer, por outro lado, é viver no caminho do que é para nós, porque sabe que, ao viver nesse caminho, mais tarde ou mais cedo, vai encontrar a abundância.

 

O que é se faz então quando uma pessoa está numa bifurcação, quando há decisões difíceis a tomar? Como é que se age, sem ser hipócrita para com os outros ou consigo próprio, sem nos ofendermos a nós próprios ou aos outros? Porque o ideal é sermos quem nós somos, em harmonia, sem agredir ninguém, sem prejudicar o outro.

 

O que há a fazer é ir ao Eu Superior, a nossa Alma, ficar completamente a zeros, e colocar o foco apenas na pergunta. Esqueçam as ponderações. Alcancem um zero em que o ego não dê resposta e foquem só mesmo na decisão difícil que têm de tomar. Retirem as possibilidades que o ego vos dá, ponham-nas completamente de parte, e continuem no zero a fazer a pergunta.

 

Inesperadamente a resposta vai aparecer, seja em que circunstância for, mesmo que seja depois de já terem terminado a meditação, mas a resposta vai aparecer, vinda do céu. Porque o nosso ego não tem acesso ao céu. No fundo o que eu vos estou a ensinar é canalizar uma resposta. E para isso, basta seguir o que Ele diz: “Não queiram as respostas, façam só as perguntas”.

 

 

Aprenda a conectar-se com a sua Alma…através da Terapia de Contacto com o Eu Superior

 

 

Encomende aqui livros autografados

 

 

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 11:32
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009
Aceitar que o que sentimos é importante

 

Costumo dizer que o pensamento não se mede, nem se vê… e que o sentimento também não se mede, nem se vê. Ora, se nem o pensamento, nem o sentimento se medem ou se vêem, se são iguais, então porque é que um vale mais do que o outro, porque damos mais peso a um do que ao outro?

 

Porque o sentimento dói, e o pensamento ajuda a não doer ao tapar a emoção. Ou seja, a nossa vivência em sociedade está baseada num racionalismo que não nos permite viver em contacto com o que sentimos, nem nos encoraja a expressar as nossas emoções. Antes preconiza a fuga do sentimento.

 

Temos de começar a aprender que a alma é precisamente o que nós sentimos, isto é, que a melhor maneira de nos conectarmos, mesmo que não façamos a conexão com o nosso Eu Superior, é vivermos em função da nossa Alma, dos nossos sentimentos.

 

Porque a Alma é o que sente, a personalidade do Ego é o que pensa, e nós temos de harmonizar os dois. Como? Aceitando que o que sentimos é importante. Porque enquanto não aceitarmos o que sentimos, não aceitamos ser quem somos.

 

Como Ele nos diz:

 

Ser é juntar a mente ao coração. Ser é saber que o sentir determina tudo. Determina a missão, o foco e como chegar lá. Determina se estás no caminho certo ou se ainda não o encontraste. Ser é saber sentir. É utilizar a mente para dar vida ao que se sente. Mas para isso é preciso entregar-se, confiar.

 

 

 

Saiba mais sobre a terapia de Contacto com o seu Eu Superior

 

Encomende aqui livros autografados

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 14:25
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 28 de Abril de 2009
Alexandra Solnado em Sapo Zen Videos

 

 

A NÃO PERDER

 

Entrevista de Alexandra Solnado com Heloísa Miranda

 

sobre Espiritualidade,

 

em Sapo Zen Vídeos

 

clique aqui

 

 

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 14:10
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008
CD LUZ - Pergunte, O Eu Superior Responde

 

Novo livro de Alexandra Solnado com Mensagens Seleccionadas e CD de Exercícios de Meditação 

 

Para acompanhar a leitura e interpretação dos ensinamentos teóricos dos livros Luz e Mais Luz, apresento-vos agora uma forma de os entender a nível prático.

 

Um Livro CD com exercícios que irá guiá-lo numa meditação para que compreenda melhor o significado da resposta à sua questão…graças à ajuda do seu Eu Superior.

 

É muito simples.

 

Só tem de pensar na sua questão e consultar os livros Luz e Mais Luz, retirar os  símbolos e ler a resposta, e de seguida ouvir o CD para que, através da meditação e graças à ajuda do seu Eu Superior, consiga obter mais informações sobre a resposta que lhe saiu.

 

Neste livro apresento ainda 51 excertos de mensagens,retirados tanto do livroLuz como do livro Mais Luz, que considero essenciais para o acompanhamento da jornada espiritual de cada um.

 

São ensinamentos que devemos ter sempre em mente, quer as mensagens tenham ou não saído como resposta às questões colocadas, e que merecem uma leitura atenta, reflectida e sobretudo sentida.

 

Leia, medite e ouça o CD que acompanha este livro, para aprofundar a interpretação dos comentários que Ele, Jesus, tem reservados para si.

 

Como Ele diz…

 

Eu não estou longe de ti.

Estou sempre um pouco à frente,

para te obrigar a avançar.

 

Jesus

 

 

Até Sempre,

Alexandra Solnado

 

 

Encomende aqui o seu exemplar autografado

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 13:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008
O Eu Superior & outras Questões

O que é o Eu Superior?

 

O Eu Superior é a nossa alma. É a metade do nosso ser que ficou lá em cima, quando encarnámos pela primeira vez. É a nossa natureza divina e o nosso guia espiritual. O Eu Superior sabe tudo sobre nós, qual a nossa missão, o nosso caminho, e a melhor maneira de seguir o nosso processo evolutivo, pois ele tem a memória de todas as nossas vidas passadas, a consciência do que é melhor para nós no presente, e o que nos aguarda nas vidas futuras. Só temos que aprender a ouvi-lo, a senti-lo…

 

 

Como comunicar com o Eu Superior?

 

A melhor forma de acedermos ao nosso Eu Superior é conectarmo-nos espiritualmente com ele. Através de exercícios de meditação e de conexão espiritual poderemos aprender a ouvir no mais profundo do nosso ser o que ele tem para nos dizer. É só conectarmo-nos, ele está lá à nossa espera, pronto para nos orientar em todas as nossas escolhas. E assim, seguindo a nossa intuição, que é a linguagem da nossa alma, poderemos aprender a descobrir o caminho do que é para nós. O caminho da nossa verdadeira essência.

 

 

O que é a nossa Essência?

 

A nossa essência é aquela luz brilhante que todos nós temos no centro do nosso peito. É a fonte da nossa própria energia. Que também tem de ser alimentada, com o que nos traz felicidade, paz de espírito e serenidade à nossa alma. Quando a nossa essência está feliz, essa luz ilumina-se e irradiamos energia luminosa e positiva à nossa volta. Quando está triste ou perturbada, com algo que sentimos, que fizemos ou que nos fizeram, é altura de ir lá acima, limpar a densidade que acumulámos no nosso peito, e reenergizá-la com a energia divina do céu e o amor incondicional que nos espera sempre que vamos lá acima.

 

 

O que é “o acordo na nuvem”?

 

É o acordo que a nossa Alma faz, antes de encarnar, em que determina qual a sua missão nessa vida, qual o caminho a seguir e quais as pessoas que irá atrair como família, amigos, colegas de trabalho, etc, que a irão ajudar a resolver nessa vida as questões e emoções que traz por resolver de outras encarnações. As pessoas que normalmente consideramos inimigos, e que também escolhemos atrair neste acordo, são na realidade anjos disfarçados, pois são eles que nos trazem as grandes aprendizagens e as maiores lições do que temos ainda por aprender.

 

 

Podemos aceder  ao acordo que fizemos com algumas pessoas antes de encarnar? Como?

 

Podemos sim, através da conexão ao nosso Eu Superior (Alma) ou, com a ajuda de uma terapeuta especializada, ao Eu Superior da pessoa em questão. Basta perguntar-lhe e ouvir ou sentir no mais profundo do seu ser as respostas que ele tem para lhe dar. Se individualmente não conseguir, pode sempre recorrer a uma regressão para que a terapeuta o ajude a aceder à memória desse momento.

 

 

O que é uma "abertura de canal de memória"?

 

É um processo de desbloqueio espiritual no qual a pessoa consegue aceder ao seu registo akáshico, ou seja, à memória da nossa Alma, onde estão guardadas as recordações de todas as nossas vidas passadas.

 

 

O que fazer quando temos uma "abertura de canal de memória"?

 

Deixar a mente totalmente a zeros, ou seja, evitar qualquer tipo de racionalização ou pensamento, para que a imagem ou cena de determinada vida passada possa ser visualizada ou sentida na sua totalidade. O facto dessa imagem ou cena lhe surgir nesse preciso momento significa que há uma emoção/questão não resolvida que traz energeticamente do passado para resolver agora na sua vida presente.

 

 

O que é subida de frequência energética?

 

É elevar a nossa energia, através da conexão às energias do céu. Quanto mais nos conectarmos e nos limparmos da densidade que abunda no mundo da matéria, mais a nossa energia se vai transformando, elevando assim a nossa frequência energética.

 

 

O que é uma Limpeza Espiritual?

 

É um processo de conexão espiritual que nos permite aceder às energias do céu para retirar a densidade que temos acumulada no nosso peito, limpá-la, e depois voltar a reenergizar espiritualmente o nosso ser. Pode ser feita individualmente através de uma série de exercícios de meditação específicos ou, em situações em que a auto-limpeza é insuficiente, com a ajuda de uma terapeuta especializada.

 

 

O que é Densidade?

 

Densidade é todo o tipo de energia negativa que acumulamos no nosso dia-a-dia, ao longo da(s) nossa(s) vida(s). Pode surgir dos nossos pensamentos, gestos ou emoções, pode acumular-se por algo que os outros nos disseram ou fizeram, e pode também surgir de entidades que imperceptivelmente apanhamos. A melhor maneira de nos libertarmos dessa densidade é através de um processo de Limpeza Espiritual.

 

 

Saiba mais sobre a Terapia de Contacto com o Eu Superior

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 16:58
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 15 de Maio de 2008
Novos Testemunhos de Regressões & Outras Terapias

 

 

O Buda em Mim

 

Hoje na terapia de Contacto com o meu Eu Superior, ele ofereceu-me uma experiência surpresa, que não vou esquecer, nunca.

 

Depois de ter chegado lá acima, onde me deixei ficar até me sentir completamente reenergizada e limpa da densidade que tinha, o Eu Superior levou-me a um prado.

 

Aí libertei e minha essência e voei com ele até que, sem que desse por isso, deixei de o ver. Voei pelo belíssimo e vasto prado, de um verde tranquilizante e brilhante, e vi um rio, que subia, com as margens protegidas de um denso e fresco arvoredo. Era uma sombra protectora que me convidava a seguir caminho. Como pássaro, que é a imagem que tenho da minha essência, fui subindo até que encontrei uma cabana. Abri a porta e entrei. Lá dentro estava uma figura de Buda, sentado na sua posição de Lótus, que me disse que se era assim que eu preferia que O visse, não fazia mal. Jesus ou Buda, o coração é o mesmo. Não precisava de me sentir dividida em dilemas de com quem é que devia conectar. A energia é a mesma. E vi o coração vermelho que Jesus já me tem oferecido em meditações anteriores. Vivo e brilhante. Coloquei-o no meu peito e senti uma tranquilidade imensa e uma forte aceitação.

 

É a aceitação na essência, que tanto tenho feito por encontrar. Deixei-me meditar, longa e tranquilamente, e percebi e assimilei que, apesar de saber que, intelectualmente Jesus ou Buda são apenas nomes a que damos ao Divino, à energia universal, agora sinto-o no mais profundo do meu coração. E quando medito e me conecto com esta energia, entro do reino sem palavras e sem conceitos, de pura energia, onde qualquer discurso é inútil para procurar uma explicação… encontrei o Buda em mim.

 

Maria Gatas Sobral

 

 

 

Há dias fui à terapia de contacto com o meu Eu Superior mas só hoje me deu para escrever.

 

O meu Eu Superior surpreendeu-me com um novo santuário, e símbolo, para que eu aprenda a enfrentar os meus medos. Uma magnífica árvore, de braços longos e gigantescos. Uma copa de majestosa protecção e um símbolo do forte poder que as árvores têm de resistir milenarmente, sempre ascendendo ao céu, sem se importar com o que não interessa (no meu caso as opiniões dos outros, os seus gestos ou olhares, a que infelizmente sou tão sensível). Ela lá está, forte, de fresca sombra, tranquila, para quem se quiser abrigar sob os seus braços e a denso verde da sua folhagem. E grande, grande. Espaçosa, de um poderoso e intenso verde.

 

A sua imagem é para mim um poderoso símbolo do próprio processo espiritual do ser humano, com as raízes na terra mas sempre crescendo e ascendendo para o céu. Abrigo de aves que voam e nela poisam, como as pessoas que vamos encontrando e nos vão ajudando a elevar a nossa própria espiritualidade.

 

Senti que foi uma poderosa meditação, uma futura fonte de tranquilidade. Espero nunca me esquecer que, mais importante do que deixar que os outros me impeçam de ser quem sou, tenho uma poderosa árvore que me guia no caminho da minha essência.

 

Teresa A. Nunes

 

 

 

Nesta última terapia de regressão viajei até à Roma Antiga. Vejo-me como um jovem efebo, muito novo, vestido com uma túnica curta, que me deixa ver os braços e as pernas de pele muito branca. Às mãos, de dedos longos e compridos, juntam-se os traços andróginos e delicados. Nos pés tenho calçadas umas sandálias.

 

Vejo-me no pátio exterior de uma vila romana. Ao centro há um longo e rectangular tanque de água, rodeado de colunas. O céu está azul, azul, e quando me dirijo à balaustrada no final do pátio, que é todo de pedra, sem qualquer verde, vejo uma belíssima cidade que sinto ser Roma, e fico encantado com o cenário, naquele belo entardecer.

 

O que vejo logo a seguir é o jovem a ser brutalmente apunhalado, por um homem grande, forte, de barba muito negra. Um militar. Quando tento ver a cena anterior, para entender o que se passou, vejo uma carta e surge o sentimento de traição.

 

O meu senhor partira para as suas campanhas militares e deixara-me para trás. O que a carta não dizia era que afinal era para ser morto, para que não fosse divulgada a sua tendência perante os seus militares. Ele não queria essa imagem como líder militar. O seu segredo ficava assim protegido e além disso, não teria de me partilhar com mais ninguém, nunca…

 

Com a ajuda da terapeuta libertei-me da densidade energética dessa vida passada e percebi que o meu medo da intolerância dos outros e a minha estranha relação com os militares não passam de memórias, ou seja, sempre que os sentir agora, saberei lidar de maneira diferente. Pois já os ultrapassei e sobretudo já me libertei dessa energia e dessa memória.

 

O meu agradecimento à terapeuta Helena, por me ter levado lá e me ter ajudado a libertar estes medos.

 

Salvador Oliveira


 

Saiba mais sobre Terapias Espirituais

 

 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 16:54
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 15 de Abril de 2008
Testemunhos de Regressões e Outras Terapias

Hoje foi uma sessão tremenda na Terapia da Regressão. Finalmente acedi ao lado mais negro de mim própria. Vi imagens do que fui e do que fiz noutras vidas, memórias tão enterradas no mais profundo e no mais íntimo de mim mesma que nunca tinha visto, nem imaginado que faziam parte do meu ser. Acedi ao que nunca tinha acedido antes, ao lado negro e cru do meu espelho.

 

Impressionou-me a dimensão e a intensidade dos sentimentos que libertei, como a raiva, a fúria, e uma mágoa arrasadora, profunda, primitiva, de dor que enlouquece. Impressionou-me a maldade gratuita que vi em mim, fruto de um abuso de poder tão extremo que fez com que ditasse a morte e a humilhação de tantas pessoas, inocentes e indefesas da arbitrariedade do cinismo que me ditava os humores.

 

Mas além da crueza dos sentimentos e das imagens a que acedi desta vez, foi todo o negro que saiu de dentro de mim, e todo o mal que nunca imaginei existir em mim que me abalou profundamente. Fiquei agoniada com toda a densidade que começou a sair, a partir do momento em que a Alexandra pôs as mãos em mim. É como se, sozinha, nunca conseguisse lá chegar, foi preciso o empurrão da força e energia curativa que a Alexandra tem nas mãos para todo aquele mal finalmente ser desenterrado e libertado. Um poder tremendo.

 

Que libertou uma catarse. Profunda e brutal. Foi uma lição essencial. Era preciso ver este lado, era preciso pôr consciência nas imagens e nos sentimentos que vivenciei nesta sessão para entender as raízes das emoções que ainda hoje me levam com tanta facilidade à destruição de quem sou, ou tento ser.

 

Mas tudo isso são imagens do que fui. Tudo isso foi desenterrado e libertado. Tudo isso foi limpo. E quando cheguei à minha essência, vi-a a planar, de asas bem abertas, no céu sem limites. E à medida que a luz entrava as asas foram crescendo e ali fiquei a planar, entre o céu e o mar, limpa, leve e livre. Feliz.

 

Como se pode agradecer por tudo isto?... Como se pode agradecer a quem nos liberta do nosso próprio mal e nos devolve uma liberdade que de outro modo nunca alcançaríamos?...Só posso agradecer da única maneira que sei, retribuindo com o amor que ultrapassa as fronteiras da palavra.

O amor incondicional.

 

Da raiz do meu ser à plenitude da tua Alma Iluminada, Alexandra

 

Maria P.

 

 

 

Após a leitura de alguns livros e de ter visto alguns programas e documentários televisivos ao logo de alguns anos, tomei consciência de que as regressões com intuitos terapêuticos, eram de facto uma realidade, com efeitos positivos na maioria dos pacientes. Para além da curiosidade de contactar com episódios significativos de outras vidas, gerou-se uma necessidade interna de procurar alguém com credibilidade, para iniciar um processo, que me pudesse ajudar a encontrar a origem de muitos problemas que me afligem, de forma a resolvê-los dentro das possibilidades, de modo a encurtar a distância a que me encontro da verdadeira sintonização coma vida.

 

Marquei uma consulta de regressão, um dos muitos e bons serviços disponíveis dentro do Projecto Alexandra Solnado.  Foram algumas consultas maravilhosas, e sobretudo riquíssimas em termos de conhecimentos de episódios de algumas vidas significativas, no sentido de entender o quanto eles se repercutem na vida actual.

 

Na primeira consulta, ia com um certo receio de me confrontar com cenas traumáticas, que me pudessem fazer sofrer na altura, mas a terapeuta imediatamente me serenou explicando que isso não iria acontecer, porque ela estaria no controle total dos acontecimentos e se alguma coisa mais forte aparecesse, faria com que eu saísse imediatamente. Também fui esclarecido e constatei depois na prática que iria apenas ser levemente induzido em estado de hipnose, mas que tinha total consciência do que estaria a vivenciar, e como tal, lembrar-me-ia de tudo após finalizar a sessão.

 

Aceito perfeitamente que as pessoas em regressão, não vivenciem, não visualizem da mesma maneira. Há pessoas que têm uma percepção nítida das cenas, há outras que não.
É como tudo na vida, tudo se trabalha, e com trabalho tudo se aperfeiçoa. Temos de deixar fluir, não podemos ou melhor não devemos forçar, nem devemos querer ver a todo o custo, nada disso, também aqui o princípio é entregar ao céu e deixar fluir, é um estado de receptividade, de aceitação.

 

É importante referir que nas consultas, para além do diálogo inicial, que define em traços largos ou específicos, o que e onde se vai trabalhar, se faz um exercício de meditação dirigida, cuja finalidade é relaxar-nos fisica e mentalmente, para que o tal estado de receptividade atinja a sua máxima expressão.

 

Foram experiências maravilhosas, num ambiente acolhedor, agradável, extremamente enriquecedoras em termos de auto-conhecimento. Mercê da minha experiência neste processo, posso afirmar categoricamente, que a regressão terapêutica é mais uma poderosa, profunda e eficaz ferramenta espiritual, para nos auxiliar no doloroso caminho da evolução do ser humano em direcção à sua essência divina.

 

Graciano Campos

 

 

Um dia, uma colega de curso falou-me no projecto da Alexandra Solnado, em especial no Eu Superior. Marquei uma consulta mas, com medo, a primeira coisa que disse à terapeuta que me recebeu foi que comigo seria bastante difícil levar-me a ver o meu Eu Superior. Não minto se disser que a minha vida tinha mudado no fim daquela consulta.

Ver o meu Eu Superior causou-me uma sensação indescritível. Ainda hoje isso sucede quando sinto a sua energia. No fim, agradeci-lhe e despedi-me dele, reencontrado e sabendo que, um dia, talvez, poderei voltar a sentir a energia da sua presença. Despedi-me sem culpas, feliz. Despedi-me do meu Eu Superior e, com a sensação de uma chaga viva no peito, fiz a viagem de regresso.


E é isso que quero agradecer, do fundo do meu novo coração, à Vera, à Alexandra Solnado, ao meu Eu Superior, a Jesus e a todos os que me têm acompanhado. Quero agradecer-lhes por me terem mostrado (e começado a ensinar) a viagem de regresso.

Vasco Serrano

 

 

 

… Andava eu triste, cansado, sem rumo, sem objectivos, com imensos sentimentos de culpa, enfim… sem ter motivos para viver. Minha vida precisava de levar um tremendo abanão, só não sabia como, aí o meu desespero. Até que … BINGO, tive conhecimento dos cursos da Alexandra, inscrevi-me logo e por desistência de alguém (tinha de ser) … fui contactado e de imediato participei, começaram aí as mudanças na minha vida. Os cursos foram de uma grandeza de enriquecimento e de crescimento espiritual enorme.

Três receitas eu aprendi… ACEITAR… ENTREGAR… MUDAR e que agora fazem parte da minha condição de ser humano. E agora com o meu amigo inseparável o “ EU SUPERIOR”, estou de volta à vida, sem grandes apegos, vivendo o dia a dia, aproveitando o que a vida me oferece.

Bem hajam pela vossa missão, que é de outro e para outro mundo.

O meu muito…muito…muito…. Obrigado … e …qualquer dia encontramo-nos por aí.

Rui Silva

 

 

Saiba mais sobre Terapias Espirituais




publicado por Projecto Alexandra Solnado às 11:29
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 7 de Abril de 2008
Reencarnação e o Eu Superior (Alma)


Todos os homens vêm à vida para proceder a uma das mais complexas formas de evolução espiritual: a experiência da matéria.

Tão complexa que são necessárias várias, muitas vidas (ou encarnações), para que a tarefa seja completada.

Queres que eu fale sobre o “Eu Superior”. Falar sobre o “Eu Superior” é falar sobre a essência. Sobre a base onde está construída toda a experiência na matéria.

Vamos por partes.

 

A centelha divina (ou mónada, ou que lhe quiseres chamar) está no céu, entre encarnações. É nessa altura que ela está a reprogramar-se. Está a visionar todas as experiências da última vida e a compará-las com existências anteriores.

 

• Será que produzi algum padrão de repetição?

 

• Será que reagi na última vida de forma idêntica às minhas reacções noutras vidas?

 

• Será que fiz escolhas que condiziam com a minha maneira de ser?

 

• Será que fiz o que os outros queriam que eu fizesse ou a sociedade achava bem, ou fui mais fundo e coloquei a minha pessoa nesta escolha?

 

• Será que culpei os outros quando me aconteceram as coisas ou compreendi que era eu que atraía o mesmo padrão de acontecimentos, vida após vida, ano após ano, para pura e simplesmente aprender a escolher por mim, pelo que eu sentia e não pelo que mais me convinha?

 

• Será que evitei o sofrimento, fazendo escolhas que me distanciavam de mim?

 

• Será que procurei o sofrimento para ser a vítima de serviço e consequentemente o centro de todas as atenções?

 

• Será que amei realmente? Não aquele amor que cobra, que quer coisas em troca, mas aquele infinito, que recebo através do exercício da minha espiritualidade e distribuo indiscriminadamente, por toda a humanidade?

 

• Será que fiz o que tinha me proposto antes de encarnar?

 

• Será que fugi?

 

• Será que, mais uma vez, fugi de mim?

 

Estas e muito mais questões vão sendo analisadas entre encarnações. E, respeitando o movimento “ ... de onde venho e para onde vou”, a centelha prepara-se novamente para encarnar.

É nesta altura que se tomam decisões.

“Irei nascer num determinado tempo, num determinado país, com determinados pais, irmãos, tios, avós...”

Todas estas determinantes são estudadas na tentativa de, depois de encarnado, o ser conseguir cumprir a sua missão. A missão é definida ao pormenor. Os condicionalismos também. Se um ser necessitar de desenvolver uma identidade forte, naturalmente irá decidir nascer, por exemplo, com um pai autoritário e num local conservador.

Tudo de feição para que, numa primeira fase da vida, a pessoa se sinta tão tolhido na sua forma de ser, que o leve a, numa determinada altura, arrancar os laços que o prendem e impor a sua personalidade.

Este ser, depois de encarnado, terá sempre a possibilidade de fazer valer o seu livre arbítrio. Quando se sentir mais pressionado por esse pai autoritário e esse meio conservador, ainda poderá escolher. Ou salta dali para fora, dá o seu grito de liberdade e, apesar das dificuldades, constrói uma vida em que é quem é, no respeito absoluto pela sua identidade, e nisto terá cumprido a sua missão, vibrando através do amor, do amor à vida, à liberdade e a quem realmente é...

...ou ainda poderá aceitar a repressão, culpando sempre esse pai e essa sociedade pelo seu infortúnio e certamente não terá cumprido a sua missão, reproduzindo um padrão repetitivo de comportamento já vindo de outras vidas passadas.

 

- Mas como sabe que já é um padrão repetitivo?

 

Porque se esse ser não tivesse já fugido de si próprio em outras vidas, não viria com a missão de afirmação da identidade. Viria com outra missão qualquer.

A verdade é que esse ser, caso aceite manter-se sob o jugo do pai e da sociedade, está a vibrar pelo medo e não chega a cumprir missão nenhuma.

 

- Quer dizer que quem vibra pelo medo não cumpre missão?

 

É mais ou menos isso. O medo é uma frequência típica da matéria, enquanto o amor é uma frequência típica do céu.

Quem vibra pelo medo vive aí em baixo, sem conseguir subir e sem acreditar que o céu opera verdadeiros milagres na vida de quem se entrega.

Aliás, cabrita, se notares, a própria vida é um verdadeiro milagre. Acho estranho o cepticismo. Todos os seres viventes deveriam acreditar em milagres pelo único motivo de estarem vivos.

 

JESUS

 

 

O Eu Superior e Outras Lições de Vida (com CD de Exercícios),

de Alexandra Solnado

 

Saiba mais sobre a Terapia de Contacto com Eu Superior


 



publicado por Projecto Alexandra Solnado às 15:33
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Saiba como resolver a sua vida através da memória das suas Vidas Passadas
Alexandra Solnado
Alexandra Solnado tem-se dedicado, através dos cursos e terapias que desenvolveu no seu projecto espiritual, ao estudo e investigação do fenómeno da Reencarnação. Nomeadamente, de que forma é que poderemos melhorar, resolver e desbloquear os problemas da nossa vida actual, acedendo às memórias das nossas vidas passadas.

Uma abordagem terapêutica que, através da Regressão, tem permitido a milhares de pessoas descobrir quais as questões/emoções que trazem por resolver das suas vidas passadas, e como fazer para as ultrapassar no presente. É o desmontar dos segredos milenares de traumas e bloqueios que fomos acumulando ao longo das nossas vidas, para que possamos finalmente nos libertar e assim evoluir na nossa jornada espiritual.

Alexandra Solnado é autora de:
LUZ - Pergunte. O Céu Responde
A Alma Iluminada
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 3 / A Era da Liberdade
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 2 / A Lógica do Céu e a Lógica da Terra
Este Jesus Cristo Que Vos Fala, Livro 1/ A Entrega
A Minha Limpeza Espiritual (com CD de Exercícios)
O Eu Superior e Outras Lições de Vida (com CD de Exercícios)

Projecto Espiritual Alexandra Solnado – Terapia da Alma Site
Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações que só possam ter encaminhamento imediato. E-mail: vidas_passadas@sapo.pt
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

O Eu Superior e a autonom...

Curso "Torne-se um Curado...

Perguntas e Respostas

Aceitar que o que sentimo...

Alexandra Solnado em Sapo...

CD LUZ - Pergunte, O Eu S...

O Eu Superior & outras Qu...

Novos Testemunhos de Regr...

Testemunhos de Regressões...

Reencarnação e o Eu Super...

Arquivo

Março 2016

Dezembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Janeiro 2015

Outubro 2014

Setembro 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Tags

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds