Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vidas Passadas & Reencarnação

Vidas Passadas & Reencarnação

Reencarnação e as escolhas que fazemos

07.04.08, Projecto Alexandra Solnado


Para escolher, tens de ser.

Se não fores o que escolhes, se a escolha que fazes não espelhar quem tu és, a tua luz, a tua essência e a tua sabedoria, se não viajares até ao mais intrínseco do teu ser, se essa viagem não for possível por causa do medo ou por causa da ausência de sentimento interior, se nada disso puder acontecer, como vais escolher?

Escolher é definir quem se é na matéria.

É materializares-te aí em baixo.

Até a questão de quem se vai ser nesta vida é uma escolha que vocês fazem cá em cima, antes de encarnar.

Imagina uma pessoa que em várias vidas passadas ficou sozinha. Sofreu de uma imensa solidão, em todos os sentidos. Nesta vida, cada vez que surge uma possibilidade de ter de ficar sozinha, só com essa hipótese, ela vai ficar angustiada, com um peso inexplicável em cima de si.

É claro que as suas escolhas a partir daí serão matizadas por essa energia. Ela não só vai rejeitar a possibilidade de ficar sozinha, como ainda irá procurar companhia a qualquer custo.

Acabará por nunca escolher companhia alguma, pelo contrário, será escolhida, pois na sua tentativa folclórica de ter sempre alguém a seu lado, irá afugentar as pessoas, restando apenas as que são desinteressantes ou as que têm o mesmo problema que ela. Solidão.

Em primeira análise, quanto mais essa pessoa foge da sua solidão, e, em última análise, de si própria, quanto mais ela procurar a companhia do outro para tapar o seu buraco interior, o seu medo de estar consigo, mais ela se vai distanciando do que veio fazer a esta terra.

Curar a solidão com a presença de si própria na sua vida.

Não deixa de ser uma escolha. Escolher não enfrentar o medo.

 

- E o que seria escolher enfrentar o medo?

 

Seria, em primeiro lugar, aceitar a extrema dificuldade de ficar sozinha. Seria, também, tomar consciência de que o que sente é uma memória.

Mesmo que não se faça uma regressão a vidas passadas, nem se identifique uma «Sobreposição de Encarnações» com esta energia, só o facto de ter consciência de que é apenas uma memória de tempos longínquos, em que a energia ainda era original, já será de uma grande ajuda.

 

- E depois de se ter consciência, o que é que se faz?

 

Depois é só ir vivendo. Ir sentindo, sentir até ao fundo.

Sentir é desbloquear energia armazenada.

Quanto mais te permitires sentir as coisas até ao fim, mais essa energia se vai soltando, acabando por desintegrar-se.

 

JESUS

 

 

A Alma Iluminada, de Alexandra Solnado

 

Saiba mais sobre a Terapia de Regressão a Vidas Passadas


 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.